Quem somos

História

O Torneio Feminino de Computação é uma competição brasileira de programação apenas para meninas. O Torneio visa incentivar a participação feminina na modalidade de Programação da Olimpíada Brasileira de Informática. O torneio foi Inspirado na EGOI - European Girls' Olympiad in Informatics, que teve sua 1ª edição em junho de 2021 em Zurique na Suíça.

Para incentivar as meninas a participarem: O estereótipo da Ciência da Computação ser algo apenas para homens persiste. Neste contexto essa competição é importante, pois meninas que talvez não tenham coragem de participar de uma Olimpíada de Informática se sentem incluídas e abordadas diretamente. Isso permite que elas encontrem autoconfiança para participar.

Para criar modelos femininos: As participantes conhecem outras mulheres Cientistas da Computação e podem encontrar modelos femininos para si mesmas. Isso é importante, pois a maioria dos modelos são do sexo masculino (por exemplo, professores, estrelas da ciência da computação).

Para aumentar a representatividade das mulheres em espaço de poder: o percentual de mulheres em espaços de poder é o mesmo das meninas premiadas em olimpíadas de conhecimento. Portanto, se houver mais meninas nas competições de conhecimento, teremos uma sociedade mais igualitária nos espaços de poder.

Comissão de Organização do TFC 2022

Comissão Gestora

Coordenadora
Geral

Nara Bigolin

Rio Grande do Sul

Coordenadora
Acadêmica

Flávia Pisani

São Paulo

Coordenadora
de
Provas

Samyra Almeida

Ceará

Coordenadora
de Provas

Sofhia Souza

Minas Gerais

Comissão de Prova

Frederico Bulhões de Souza Ribeiro

Ceará

Letícia Freire Carvalho

Rio de Janeiro

Leonardo de Andrade Paes

Rio Grande do Sul


Luca Dantas de Britto Monte

Rio Grande do Norte

Pietra Gullo Salgado Chaves

Distrito Federal

Comissão de Divulgação e Comunicação

Bruna Vitória

Rio Grande do Sul

Natália Groff
Rio Grande do Sul

Sofia Machado

Minas Gerais