História

O Torneio Feminino de Computação é uma competição brasileira de programação apenas para meninas. O Torneio visa incentivar a participação feminina na modalidade de Programação da Olimpíada Brasileira de Informática. O torneio foi Inspirado na EGOI - European Girls' Olympiad in Informatics, que teve sua 1ª edição em junho de 2021 em Zurique na Suíça.

Para incentivar as meninas a participarem: O estereótipo da Ciência da Computação ser algo apenas para homens persiste. Neste contexto essa competição é importante, pois meninas que talvez não tenham coragem de participar de uma Olimpíada de Informática se sentem incluídas e abordadas diretamente. Isso permite que elas encontrem autoconfiança para participar.

Para criar modelos femininos: As participantes conhecem outras mulheres Cientistas da Computação e podem encontrar modelos femininos para si mesmas. Isso é importante, pois a maioria dos modelos são do sexo masculino (por exemplo, professores, estrelas da ciência da computação).

Para aumentar a representatividade das mulheres em espaço de poder: o percentual de mulheres em espaços de poder é o mesmo das meninas premiadas em olimpíadas de conhecimento. Portanto, se houver mais meninas nas competições de conhecimento, teremos uma sociedade mais igualitária nos espaços de poder.